x

Pra não perder as novidades,

Escreve o seu email aí embaixo

Prometemos só aparecer na sua caixa de entrada quando realmente valer à pena ;)

12 de julho de 2015Style

The new 70’s

Sempre fui bastante inclinada à estética dos anos 60 e 70. Quando pequena, não conseguia esconder a minha atração pela combinação de tantos wow factors (big eyes, big hair, big jewelry). Pra mim, difícil mesmo era compreender a elegância minimal dos anos 90, mas isso já é papo pra outro post. E como essa história da moda ser cíclica é a mais pura verdade, me peguei esses dias morrendo de vontade de fazer um post sobre sobre esse revival.

Continue lendo
• thought you might also like •
27 de março de 2015Lifestyle

#maethicasorio

Quem me segue no insta já deve ter ido parar no perfil da Marina também. A gente se conheceu por lá mesmo (God bless Instagram!), quando eu me apaixonei pelas ilustrações que ela postava e decidi que queria aquelas belezuras aqui no Bedside. Depois de algumas semana fazendo a stalker maluca, decidi mandar um e-mail pra ela contando um pouquinho de mim, do blog, de como eu estava encantanda pelo o trabalho dela, e a partir daí o resto é história, rs. Descobri que além de ilustradora, a Ma era designer de mão cheia (do tipo que tem o gosto MUITO parecido com o meu) e, em poucos dias, decidi que ela seria responsável por toda a identidade visual do Bedside.

Continue lendo
• thought you might also like •
20 de março de 2015Beauty

Uma nova forma de esfoliação

Eu sempre amei esfoliação. Por muito tempo, só aquelas areinhas me davam a sensação de limpeza profunda e, por isso, eu sempre usei de todos os possíveis artifícios pra dar uma “arranhadinha” no rosto. Sinceramente, nunca achei que estivesse fazendo nada de errado, muito pelo contrário. Não passava do ponto e fazia o número de vezes recomendado nas embalagens ou, muitas vezes, até pelos dermatologistas.

Continue lendo
• thought you might also like •
9 de dezembro de 2014Style

Conversando sobre joias

Pra mim, o tópico joias não é exatamente o mais fácil de ser abordado. De acordo com as minhas “pesquisas de campo”, percebi que as pessoas costumam ter visões bastante opostas sobre o assunto e, geralmente, quem segue uma filosofia não respeita muito a outra. De qualquer forma, achei que o tema valia um post reflexivo. Acredito que antes de falarmos sobre valores absolutos, é importante focar um pouquinho nos valores agregados que uma joia carrega.

Continue lendo
• thought you might also like •