x

Pra não perder as novidades,

Escreve o seu email aí embaixo

Prometemos só aparecer na sua caixa de entrada quando realmente valer à pena ;)

12 de julho de 2015Style

The new 70’s

Sempre fui bastante inclinada à estética dos anos 60 e 70. Quando pequena, não conseguia esconder a minha atração pela combinação de tantos wow factors (big eyes, big hair, big jewelry). Pra mim, difícil mesmo era compreender a elegância minimal dos anos 90, mas isso já é papo pra outro post. E como essa história da moda ser cíclica é a mais pura verdade, me peguei esses dias morrendo de vontade de fazer um post sobre sobre esse revival.

Comigo, tudo (re)começou com o Spring-Summer 2015 da Chloé. A coleção que só chegou às lojas no início desse ano, foi um dos catalisadores do meu mais recente closet cleaning. Apesar dessas limpezas serem bastante frequentes na minha vida, posso dizer que essa vez foi com um outro nível de embasamento e seriedade (teve até limpeza na pasta ‘fashion’ do Pinterest!). Mas não se enganem. Primeiro porque não tenho po$$ibilidades de renovar meu guarda roupa na Chloé e segundo, porque essa nova releitura dos anos 70 é bem diferente do que já cansamos de ver ao longo das últimas décadas.

O novo seventies é fresh, moderno, elegante e preciso. Ele é um encontro da objetividade que já vemos há algum tempo (alô Stella McCartney, sua linda!) com a emoção de um boho muito bem estruturado. A Sr.ª Claire Waight Keller desenvolveu o guarda roupa da garota que eu sempre sonhei ser. Sabe aquela french girl de cabelo, pele e quadril de criança? Aquela que é muito gata e muito cool sem ter que fazer o menor esforço (pense Constance Jablonski, Clémance Poésy e Mélanie Laurent)? Pois é, se essa garota fosse mucho ryka, ela estaria por aí desfilando de Chloé pra cima e pra baixo, mas mais ainda, tratando-se de uma mucho cool french girl, o mais provável é que ela se apoderasse de todo esse mood de forma bastante real e criativa para o seu dia-a-dia.

Eu, por exemplo, depois de muito pensar, optei por comprar dois acessórios da coleção que fez o meu coração bater mais forte e simplesmente estreitar a minha relação com a nossa querida Zara. Fora do Brasil, todas as grandes magazines foram mais do que invadidas por essa tendêcia, o que torna tudo mais fácil, divertido e saudável. Uma dica fundamental, é só sair pra comprar qualquer coisa nova depois de muito pensar e organizar aquilo que já se tem. Saber exatamente o que existe no nosso guarda roupa faz com que os investimentos sejam muito mais certeiros e, pensar no custo benefício de cada item da sua wishlist, imaginando o quanto ele, de fato, seria bem aproveitado, também é um exercício muito bem recompensado.

Jeans sem lavagem, tons terrosos, camurças, metais dourados, culottes, bocas de sino, saias evasês, comprimentos midi, vestidos maxi, jardineiras, laços no pescoço, batas, gola rolê, trench coats, tricôs, rendas, plataformas, sandálias gladiadoras…São muitos os elementos que fazem parte desse universo e, a parte boa, é que a maioria já existe no nosso armário. O segredo pra um resultado moderno e nada caricato é o equilíbrio com peças masculinas e o foco num resultado limpo. Apertem o play lá embaixo (não esqueçam de clicar no botão ‘detalhes’ e passar a qualidade pra HD) e entendam o motivo de todo esse meu amor.

• thought you might also like •

  1. Ana Paula Hoch, 12 de julho de 2015 - 12:23

    O que são esses vestidos esvoaçantes?? Amei!!!!

    • Gabriella Magalhães, 12 de julho de 2015 - 13:47

      Eu sonho com esses vestidos de vez em quando, Ana! Haha, uma coisa né?!

  2. Gabriela, 30 de julho de 2015 - 14:54

    Gabi!!

    Adoro suas dicas!! Queria saber qual shampoo e condicionador/mascara de hidratação vc usa? Vc usa algum leave in? Acho seu cabelo bem bonito 🙂

    • Gabriella Magalhães, 30 de julho de 2015 - 20:11

      Oi Gabi!
      Que bom que você curte as dicas e muito obrigada pelo elogio capilar, rs fico muito feliz! Em relação aos produtos, eu vario bastante. Há muito tempo que uso os produtos da Kiehls (linha ‘amino acid’ e olive fruit oil’) e, desde o início do ano, to experimentando o linha ‘k-pak’ da Joico. Eu normalmente compro shampoo e condicionador da mesma linha, mas sempre alterno o shampoo com um de limpeza mais profunda porque a minha raíz tende a ser oleosa. Eu passei anos só usando máscara, mas ultimamente tenho ficado mais no condicionador porque tava achando o meu cabelo muito pesado. De qualquer forma, sempre tenho também uma máscara no chuveiro pros momentos que sinto as pontas muito castigadas. O segredo é ter bons produtos e saber “sentir” aquilo que o cabelo precisa.
      Lavo a cabeça em dias alternados e sempre coloco um leave in assim que saio do banho. Sinto o meu cabelo desprotegido se não passo nada. Tenho alternado entre o ‘soy tri-wheat leave in conditioner’ da Healthy Sexy Hair e o leave in conditioner da Sachajuan. Prefiro os sprays porque tenho a impressão de serem mais levinhos do que os cremes.
      Espero ter ajudado! Beijos e volte sempre!

      • Gabriela, 2 de agosto de 2015 - 12:17

        Obrigada pelas dicas, Gabi!!

Leave a note

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *