Você está em Abrindo o coração

11 de maio de 2017Wellbeing

Slow living com Marina Costa

Acho que a essa altura todos os frequentadores desse blog (há! to metida achando que tenho frequentadores, rs) já devem conhecer a Marina. Seja pelo post do casamento dela, da identidade visual do meu casamento ou pelas mil e uma aparições no meu Instagram, hoje vocês vão entender um pouquinho melhor sobre o motivo dessa constante presença na minha vida. A verdade é que a Ma é aquela pessoa unanimidade que todo mundo quer um pedacinho. Apesar de já sermos amigas há um bom tempo, ela nunca perde uma oportunidade…

Continue lendo
• thought you might also like •
16 de março de 2017Lifestyle

La Pizzatta #unmatrimoniofelice

Prometo que no próximo post casamenteiro, quando eu for falar sobre o grande de dia, entrarei em cada detalhe de cerimônia, decoração, comida, fornecedores e etc. Agora, só queria deixá-los com um gostinho especial dessa sexta-feira 29/07/2016, que serviu como uma baita introdução da emoção que estava por vir. Nós sempre soubemos que não queríamos uma proposta que virasse vários casamentos em um mas, ao mesmo tempo, tínhamos aquele espaço disponível por três dias seguidos só pra gente e, portanto, não fazia sentido deixar essa oportunidade tão única passar.

Continue lendo
• thought you might also like •
26 de janeiro de 2017Lifestyle

Identidade Visual #unmatrimoniofelice por Atelier Terrarosa

Então voltemos ao assunto #unmatrimoniofelice! Não costumo ver (na verdade acho que nunca vi) uma abordagem completa sobre a identidade visual de um evento tão importante (e tão decorativo) como casamento. Ninguém conta pras noivas o quanto seria legal parar pra decidir com antecedência sobre a coerência de elementos que se farão tão nescessários ao longo daquele processo. Porque no início a gente não imagina mesmo que serão tantas coisas assim, mas deixa o tempo ir passando pra vocês verem.

Continue lendo
• thought you might also like •
19 de janeiro de 2017Wellbeing

Despertando a Consciência

O primeiro post de 2017 se mostrou uma tarefa não muito fácil de se realizar. Foram muitas e muitas páginas rascunhadas pra chegar até aqui (a metáfora, tipo pra vida, também é verdadeira) e, relendo o primeiro post de 2016, me sinto orgulhosa de ter avançado em grande parte daquilo que busquei (além de especialmente realizada em relação à minha coerência: reescreveria tudo aquilo de novo apenas com algumas adições). Resolvi então encarar 2016 (o post e o ano) como uma introdução a 2017.

Continue lendo
• thought you might also like •