Você está em Bem estar

11 de maio de 2017Wellbeing

Slow living com Marina Costa

Acho que a essa altura todos os frequentadores desse blog (há! to metida achando que tenho frequentadores, rs) já devem conhecer a Marina. Seja pelo post do casamento dela, da identidade visual do meu casamento ou pelas mil e uma aparições no meu Instagram, hoje vocês vão entender um pouquinho melhor sobre o motivo dessa constante presença na minha vida. A verdade é que a Ma é aquela pessoa unanimidade que todo mundo quer um pedacinho. Apesar de já sermos amigas há um bom tempo, ela nunca perde uma oportunidade…

Continue lendo
• thought you might also like •
7 de maio de 2017Lifestyle

Ett Hem, Scandinavia e filosofias de vida

Depois de quase nove anos de relacionamento, posso dizer que eu e Fernando já viajamos muito! E quando eu digo muito, é muito do nível de ter chegado um momento onde fomos praticamente obrigados a rever essa intensidade. Diante do constante cansaço e correria presente em nossas rotinas, decidimos por uma menor frequência aliada a períodos muito mais longos e planejados fora do país. Pra gente, essa foi a fórmula perfeita na hora de nos aproximarmos do tão almejado equilíbrio.

Continue lendo
• thought you might also like •
16 de fevereiro de 2017Lifestyle

Encontro Botânico

Há pouco mais de dois meses um casal querido me proporcionou uma experiência bem mais especial do que eles imaginam. A Carol e o Jotta são os sócios, fundadores, donos e presidentes do incrível FLO – Atelier Botânico em São Paulo, espécie de oásis pros amantes da botânica chique, não-tradicional e com conteúdo. Porque, além de uma estética mais específica, ouso dizer que o público do FLO (for loves only ♥) tende pra uma interação um pouquinho mais profunda com o universo da natureza.

Continue lendo
• thought you might also like •
19 de janeiro de 2017Wellbeing

Despertando a Consciência

O primeiro post de 2017 se mostrou uma tarefa não muito fácil de se realizar. Foram muitas e muitas páginas rascunhadas pra chegar até aqui (a metáfora, tipo pra vida, também é verdadeira) e, relendo o primeiro post de 2016, me sinto orgulhosa de ter avançado em grande parte daquilo que busquei (além de especialmente realizada em relação à minha coerência: reescreveria tudo aquilo de novo apenas com algumas adições). Resolvi então encarar 2016 (o post e o ano) como uma introdução a 2017.

Continue lendo
• thought you might also like •