x

Pra não perder as novidades,

Escreve o seu email aí embaixo

Prometemos só aparecer na sua caixa de entrada quando realmente valer à pena ;)

19 de janeiro de 2016Wellbeing

Oi 2016!

Ano novo, vida nova. E como o novo não precisa necessariamente ser feito de novidades, achei que o primeiro post do ano poderia dar uma revisitada àquilo que me levou a criar esse cantinho. Uma espécie de volta às raízes.

A ideia por trás do Bedside sempre foi a de fazer pelos outros, um pouquinho do que tantos diferentes espaços faziam por mim: inspiração, a minha maior fonte de motivação. Escolhi focar nos pequenos prazeres do dia-a-dia por realmente acreditar que eles sejam os responsáveis pela grande diferença. “Create a life you love”. E a vida, minha gente, é feita do cotidiano (quem nunca leu o about, vale a pena dar uma olhada).

Esse realmente virou o meu lema. Desenvolvi, sem querer, o hábito de me questionar e analisar o tempo todo. Gosto de prestar atenção em como meu corpo e mente reagem aos estímulos em que os exponho e, a partir disso, tento adaptar a minha vida àquilo que me faz bem. E não, isso nem sempre é fácil ou simples como talvez possa parecer. O ano passado, por exemplo, foi bem difícil pra mim. Mas aos poucos fui percebendo o tanto que o  otimismo me caia bem, e resolvi tentar ser aquela pessoa que busca pelo bright side das coisas. Não posso dizer conseguir ser assim o tempo todo, mas preciso confessar que ando me surpreendendo comigo e, afinal de contas, como minha mãe sempre disse, “não há bem que sempre dure e nem mal que nunca acabe”.

Em 2016, eu resolvi aplicar com mais disciplina, algumas mudanças que eu já sabia, me deixariam mais realizada: fazer muito mais exercício físico, me alimentar ainda melhor, ler mais livros (porque sim!), dormir e acordar mais cedo, comprar bem menos (de tudo!) e aparecer muito mais por aqui. Quero focar em atividades e escolhas diárias que eu sei que me trarão mais satisfação geral, e acho que o segredo de conseguirmos manter as nossas “promessas”, consiste na priorização do que mais nos importa. Cada escolha é uma renúncia e, dizer sim pra alguma coisa, significa dizer não pra muitas outras. A gente só tem que entender o que funciona e é melhor pra gente.

Aah, and last but not least, não posso esquecer da cereja do bolo: a moça que vos fala está de casamento marcado para o segundo semestre (!!!). Sim, estou muito feliz, empolgada e ansiosa! Mas ainda vou dissertar bastante sobre esse assunto em muitos outros posts futuros.

Pra finalizar, achei que o moodboard que a Marina fez durante o nosso brainstorming de pesquisas para o Bedside, fecharia esse post de hoje com chave de ouro. São imagens que traduzem os meus desejos e sentimentos por simplicidade, qualidade, sinceridade, identidade, cuidado e sutileza. Tudo o que eu quero pra esse ano lindo que está por vir! ♥

• thought you might also like •

  1. Amanda Viana, 19 de janeiro de 2016 - 22:09

    Que seja um ano de muitos motivos para sorrir, comemorar e agradecer! Parabéns Gabii! Está tudo lindo e a sua cara! ?

    • Gabriella Magalhães, 8 de fevereiro de 2016 - 20:00

      Obrigada Amandinha! Que seja um ano maravilhoso para todos nós!

  2. Lydia Alves, 20 de janeiro de 2016 - 4:00

    Estar vivo é uma dádiva e um risco. Criar filhos também.Fico feliz de ver sua filosofia de vida, sua proposta de se engajar nos seus objetivos, de enxergar com clareza seus ideais. A verdade é que, citando seu avô, ” o mais difícil na vida é querer”. O verdadeiro desejo de ser alguém melhor parte da certeza daquilo que se quer. Muitas pessoas de 50 anos não sabem o que querem! Portanto, aproveite essa imensa vantagem da maturidade e clarividência para ser mais e mais feliz. #orgulhodesersuamãe

  3. Maína, 20 de janeiro de 2016 - 16:43

    Seu blog é uma delicia! Descobri há poucos dias e li todos os posts! Me identifiquei com o estilo e fico feliz em saber que terei muitos novos posts para ler em 2016! Um beijo

    • Gabriella Magalhães, 8 de fevereiro de 2016 - 19:59

      Querida Maína, fico muito feliz que tenha gostado! Volte sempre, tá? Beijos com carinho 😉

  4. Roberta, 19 de maio de 2016 - 1:26

    Lendo seu blog sinto uma paz tão grande. Você me passa uma coisa leve, descomplicada. Bem carioca mesmo (sou sua vizinha de bairro, moro em ipanema). Me identifiquei muito com seu estilo e com o conteúdo do blog. Voltarei mais vezes! Beijos!

Leave a note

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *